Últimas Notícias

Previous Next
  • 1
  • 2
  • 3
14-07-2021 O Registo Internacional de Navios da Madeira - MAR assinala crescimento de 7,6% no 1º semestre... No primeiro semestre de 2021, o Registo Internacional de Navios da Madeira (MAR) voltou a regista...

Ler mais
29-06-2021 Emprego e receita fiscal do CINM confirmam contributo indispensável para a economia da Madeira... Segundo os dados oficiais mais recentes relacionados com a receita fiscal e a criação de empreg...

Ler mais
26-01-2021 Oportunidades na área tecnológica na Ilha da Madeira. Os casos de Diogo, André e Pedro ... A Connecting Software, empresa com sede em Viena, abriu o seu escritório na Madeira há três an...

Ler mais
22-01-2021 CINM cresce pelo quinto ano consecutivo - Resultados a 31 de Dezembro de 2020... O primeiro balanço que a SDM faz à evolução do Centro Internacional de Negócios da Madeira (...

Ler mais
27-10-2020 01 Edu System - Empresa tecnológica do CINM investe na área da educação... Qual é o core business da vossa empresa? Como descreveria a vossa actividade? A 01 Edu System ...

Ler mais
24-07-2020 Registo Internacional de Navios da Madeira mais competitivo - alertas da SDM convertidos em legislação... Após a aprovação na Assembleia da República, na generalidade, foram hoje votadas e aprovadas ...

Ler mais

O Registo Internacional de Navios da Madeira - MAR assinala crescimento de 7,6% no 1º semestre


No primeiro semestre de 2021, o Registo Internacional de Navios da Madeira (MAR) voltou a registar uma performance extremamente positiva, confirmando a dinâmica que tem marcado este sector de actividade do CINM nos últimos anos.

Os dados mais recentes apurados revelam que entre 31 de Dezembro de 2020, quando estavam registadas no MAR 730 embarcações, e 30 de Junho passado, se verificou um aumento líquido de mais 56 navios, perfazendo um total de 786 registos. Ou seja, em termos percentuais e em apenas 6 meses, o MAR assinalou um crescimento de 7,6%.

Em termos de ranking, embora o MAR já fosse um dos registos mais bem colocados entre os registos internacionais da União Europeia, ao atingir o actual número de embarcações o Registo da Madeira ultrapassou o Registo Internacional da Noruega (NIS), um registo de prestígio mundial e já existente no mercado há mais de 40 anos. Desta forma, o MAR passou a ser o terceiro maior registo internacional do continente europeu, em número de embarcações registadas.

Ao nosso site, o Vice-Presidente do Governo Regional, Pedro Calado, sublinhou que “o MAR é parte integrante e indissociável do Centro Internacional de Negócios da Madeira e que o seu crescimento é a prova de que quando existem condições de competitividade equivalentes a Madeira consegue concorrer em pé de igualdade com os grandes “players” do mercado e até ganhar uma quota significativa de mercado”.

Por outro lado, o Vice-Presidente do Governo referiu ainda que o Governo Regional se encontra a efetuar diligências junto do Ministério do Mar no sentido de criar melhores condições para que a Administração Marítima Nacional possa dar uma resposta mais ágil e eficiente perante o desafio de um registo em expansão.

Corroborando a opinião de Pedro Calado, o Presidente do Conselho de Administração da SDM, Roy Garibaldi, enfatizou que “esta performance resulta das alterações legislativas há muito reivindicadas pela Região e concretizadas na Assembleia da República em Agosto de 2020, sendo também reflexo da intensificação e expansão do MAR nos mercados internacionais por parte da SDM e dos seus parceiros”.

Perspectivando os meses que faltam até o fim do ano, Roy Garibaldi acredita que o MAR continuará a consolidar a sua posição no mercado internacional, na medida em que SDM irá, como é seu timbre, manter uma postura pró-activa e intensa do ponto de vista comercial e promocional.

Adicionalmente, importa notar que este crescimento continua a ser alcançado com qualidade através da consolidação da posição internacional de Portugal, face a outras bandeiras de qualidade no mercado mundial. Tal facto ficou patente quando foi publicada a mais recente Lista Branca do MoU de Paris. Efectivamente, o MAR contribuiu de forma decisiva para que a bandeira portuguesa tivesse subido em 2020 para a 24ª posição, continuando a rota ascendente dos últimos anos e transmitindo uma importante mensagem aos armadores portugueses e estrangeiros que visam a qualidade e a credibilidade para o registo das suas embarcações.

 

 

 

FaLang translation system by Faboba