Últimas Notícias

Previous Next
  • 1
  • 2
  • 3
27-10-2020 01 Edu System - Empresa tecnológica do CINM investe na área da educação... Qual é o core business da vossa empresa? Como descreveria a vossa actividade? A 01 Edu System ...

Ler mais
24-07-2020 Registo Internacional de Navios da Madeira mais competitivo - alertas da SDM convertidos em legislação... Após a aprovação na Assembleia da República, na generalidade, foram hoje votadas e aprovadas ...

Ler mais
06-07-2020 Regime IV do CINM prorrogado - CE prolonga Ajudas de Estado devido ao COVID-19... A Comissão Europeia anunciou recentemente em comunicado que diversos regimes de Ajudas de Estado...

Ler mais
16-03-2020 Comunicado sobre o funcionamento da SDM durante o estado de alerta... No âmbito das medidas de prevenção decorrentes da infecção pelo “Convid-19” e de acordo ...

Ler mais
17-02-2020 Paulo Portas aborda globalização e seu impacto na Região... No próximo dia 20 de Fevereiro, no auditório do Colégio dos Jesuítas, Paulo Portas será o or...

Ler mais
06-02-2020 Barómetro LEME 2020 - Dez anos a estudar a economia do mar... “LEME Uma Década” é o mote escolhido pela PwC para apresentar a 10ª edição do estudo "LE...

Ler mais

CINM cresce 3% em 2019, ultrapassa as 2.300 entidades e verifica crescimento em todas as áreas.

O número de entidades licenciadas nas três áreas de atividade do Centro Internacional de Negócios da Madeira (CINM) cresceu mais de três por cento, em 2019, atingindo 2.307, aumento suportado pelas ações promocionais desenvolvidas pela Sociedade de Desenvolvimento da Madeira (SDM) tanto em Portugal como no estrangeiro no sentido de captar novas empresas e mais navios para a Região Autónoma da Madeira.

Apesar da conjuntura desfavorável, marcada essencialmente pelo Procedimento de Investigação da Comissão Europeia sobre o Regime III, o balanço provisório feito pela SDM indica que, a 31 de Dezembro de 2019, todos os sectores de atividade do CINM registaram um aumento de entidades licenciadas, sendo que o Registo Internacional de Navios-MAR ostenta um acréscimo de cerca de 10% em termos de navios registados, tendo passado de 622 para 680 embarcações entre 2018 e 2019.

Na Zona Franca Industrial, sector que tem vindo a crescer continuamente, há mais uma empresa e nos Serviços Internacionais, segmento mais susceptível à conjuntura adversa gerada em redor do CINM, foram contabilizadas mais 10 empresas do que no final de 2018.

Assim, no total estavam licenciadas no CINM, a 31 de dezembro de 2019, 2.307 entidades, designadamente 1.579 no sector dos Serviços Internacionais, 48 na Zona Franca Industrial e 680 no Registo Internacional de Navios da Madeira – MAR.

“Estes resultados surpreendem positivamente e contrariam o cenário idealizado por alguns setores que previam uma debandada de entidades licenciadas no CINM. Pela dinâmica promocional imprimida pela SDM, ao longo de 2019, com o propósito de atrair mais empresas e navios para o CINM, estávamos certos que iríamos ultrapassar, com sucesso, algumas indefinições que pairaram sobre o CINM”, refere Paulo Prada, presidente do Conselho de Administração da SDM.

Para 2020, a “SDM tudo está a fazer para manter os níveis de crescimento, em todos os sectores de atividade desta praça internacional, de forma a continuar a atrair investimento direto externo e, deste modo, prosseguir a internacionalização, modernização e diversificação da economia regional, sendo o CINM um fator decisivo para o crescimento sustentável, inteligente e inclusivo da Região Autónoma da Madeira”.

Paulo Prada substituiu Francisco Costa como presidente do Conselho de Administração da SDM, em Março de 2019, passando a integrar também este órgão executivo da empresa Roy Garibaldi e Filipe Teixeira, que já estavam nos quadros da SDM, órgão onde se mantiveram Clotilde Palma e João Machado.

Por fim, é de sublinhar que, de acordo com os dados mais recentes da Autoridade Tributária (AT), o contributo do CINM para o total da receita fiscal da Madeira é de cerca de 15%, e que o número de postos de trabalho diretos no âmbito do CINM, excluindo os tripulantes dos navios registados, é de 3.000.

 

 

 

FaLang translation system by Faboba